Balsas, clique para mais informações:
Iguape - Sexta-Feira, 07 de Junho de 2019 - Hora:14:20

Centro Histórico de Iguape

O primeiro núcleo de povoamento na área de Iguape foi fundado em 1537

 

Iguape possui um dos maiores conjuntos de construções coloniais preservadas de São Paulo, com diversas casas, casarões e igrejas, que proporcionam um excelente passeio histórico e cultural.

 

O Centro Histórico de Iguape-SP foi tombado por sua importância histórica relacionada ao ouro de lavagem.

 

A cidade tem o maior acervo preservado de construções coloniais do estado, tombado pelo Iphan em 2009. Caminhar pelas ruas de paralelepípedo é como voltar à época gloriosa dos ciclos do ouro e do arroz. O roteiro pode começar com uma visita à Basílica do Bom Jesus de Iguape (Lg. da Basílica, 3841-4910, 7h/18h), construída entre 1787 e 1856. Ela abriga o Museu de Arte Sacra e guarda a imagem do Bom Jesus, encontrada por caboclos no ano de 1647, na Praia do Una – repare também no belo conjunto de azulejos do altar. Perto dali fica a Casa do Patrimônio (R. 15 de Novembro, 218, 3841-5503, 2ª/6ª 8h/12h e 13h30/17h30), centro cultural com biblioteca, videoteca e exposições sobre a história da cidade. O Museu Histórico e Arqueológico (R. das Neves, 45, 3841-0229, 3ª/dom 9h/12h e 14h/17h) fica no sobrado que sediou a primeira casa de fundição de ouro do Brasil. Para encerrar o passeio, caminhe pela Praça São Benedito, onde uma fonte de 1873 e a Igreja de São Benedito (3841-1131, 2ª/6ª 8h/12h e 13h30/18h) dominam o cenário.

 


 

 

O primeiro núcleo de povoamento na área de Iguape foi fundado em 1537, em local diverso do atual. Posteriormente, esse assentamento foi transferido para o sítio em que permanece até os dias de hoje, uma planície, à beira do Mar. A importância inicial de Iguape esteve relacionada ao ouro de lavagem que a transformou em centro de distribuição de riquezas, período em que se construiu a Casa de Fundição. Após um período de estagnação, a situação foi revertida no final do século XVIII quando se expandiu o cultivo do arroz, tornando-se grande centro produtor e comercial. Elevada à categoria de cidade em 3/4/1849, sofreu poucas alterações até o início do século XX. A arquitetura do núcleo caracteriza-se pela simplicidade, com a maior parte das edificações implantadas no alinhamento frontal dos lotes, geminadas, térreas, construídas em pedra e cal, com telhados em duas águas. Destacam-se desse conjunto homogêneo a Basílica do Senhor Bom Jesus, local de peregrinação de devotos, e alguns sobrados. (Texto Heloísa Barbosa da Sílvia.)


 

A Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape localizada na principal praça da cidade, a Praça da Basílica, é uma atração muito visitada.

 

Trata-se de um templo católico construído em pedra portuguesa, argamassa e óleo de baleia.

 

A igreja é imponente, com lindos ornamentos e no seu interior possui uma imagem enorme de cristo, fruto de uma doação.

 

Na sala dos milagres encontramos várias peças, pinturas, esculturas e bilhetes agradecendo a graça alcançada pelo Bom Jesus de Iguape.

 

Visitar a Basílica do Senhor Bom Jesus é mergulhar de cabeça em um momento histórico do Brasil, nos lembrando que em 1647, no auge da riqueza proporcionada pelo ouro, Iguape transformou-se em um centro de peregrinação.

 

 

A tradição cultural de Iguape é marcada por manifestações folclóricas e religiosas, representadas pela Marujada, a Folia de Reis o Fandango e a Festa de Bom Jesus do Iguape que acontece anualmente de 25 de julho a 6 de agosto.

Além da Basílica, vale ainda a visita:

  • Ao Museu de Arte Sacra na Igreja do Rosário;
  • Ao Museu Municipal, que teve uma excelente restauração e está instalado no mais antigo edifício fazendário do Brasil;
  • À Fundação S.O.S. Mata Atlântica, localizada em um centenário casarão cedido pela Fundação Brasileira para a Conservação da Natureza.

 

 

 

 

 

Localização:

 

 

 

 

Com informações de: naturam.com.br

Enquetes
Você é a favor da Reforma da Previdência
Colunistas
Fale conosco
Cananéia - SP - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857
Email: contato@gazetadovale.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2019. Portal de Notícias Gazeta do Vale.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP